Sobre a LevEAD        

O surgimento da educação a distância se dá a partir da demanda objetiva de formação de um contingente maior de pessoas. Os primeiros registros sobre Educação a Distância são de cursos por correspondência, viabilizados pela impressão em escala.

Essa possibilidade tomou corpo na história, com a invenção da Prensa de Tipos Móveis aliada ao inicio da postagem por correio, viabilizando a disseminação de informações. Tem-se então já no século XVIII notícia da primeira oferta de cursos a distancia.

No Brasil, a Educação a Distância não tem inicio pela via impressa, mas pelas ondas do rádio. Em 1923, a Fundação da Rádio Sociedade do Rio de Janeiro transmitia programas de literatura, radiotelegrafia e telefonia, línguas e outros. Em 1939 criou-se o Instituto Rádio Monitor, preocupado em utilizar o rádio para ensinar, oferecendo cursos profissionalizantes a distância.

A educação a distancia no Brasil é regulamentada, no Decreto no 2.494, e caracteriza-se como modalidade educacional na qual a mediação dos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação.

O conceito de EAD é bastante diversificado na literatura moderna. Porém, para atender as mais diversas necessidades, a concepção mais aceita é a que contém em seu componente os seguintes aspectos:

- A distância física entre professor e estudante;
- A forma de estudo;
- O uso de tecnologias de informação e comunicação (TICs) para promover a interação;
- Possibilidade de incremento no número de estudantes e maior capilaridade territorial;
- Flexibilidade de horários e locais de ensino aprendizagem.

É certamente uma modalidade complementar ou especial, que demandam públicos diversos, temas especializados e necessidade de capilaridade geográfica. é também a maior opção de educação intergeracional e, portanto, uma opção importante para aprender ao longo da vida, para a formação continuada, para conciliar estudo e trabalho, para formação em temas específicos de atuação profissional.